fbpx

Realmedice

ABRAXANE – Paclitaxel | Câncer de mama

Nome comercial:

ABRAXANE

Princípio ativo:

PACLITAXEL

Indicação do fabricante:

Medicamento para o tratamento de:

Câncer de mama metastático: Tratamento de câncer de mama refratário (metastático) ou recidivado (dentro de 6 meses de terapia adjuvante) após falha de quimioterapia combinada (incluindo terapia baseada em antraciclina, a menos que clinicamente contra-indicada)

Cancro do pulmão de não pequenas células (CPNPC): Tratamento de primeira linha de CPNPC localmente avançado ou metastizado (em associação com carboplatina) em doentes não elegíveis para cirurgia curativa ou radioterapia

Adenocarcinoma pancreático: Tratamento de primeira linha do adenocarcinoma metastático do pâncreas (em combinação com gemcitabina)

Câncer de mama metastático: Tratamento do câncer de mama metastático

Adenocarcinoma pancreático: Tratamento de primeira linha do adenocarcinoma metastático do pâncreas (em combinação com gemcitabina)

Na especialidade médica Hematologia e Oncologia.
Seu princípio ativo: Paclitaxel, substância que faz efeito no organismo humano.

As  complicações neurológicas da terapia antineoplásica podem resultar de efeitos tóxicos diretos no sistema nervoso ou indiretamente de distúrbios metabólicos induzidos por drogas, distúrbios cerebrovasculares ou, no caso de ipilimumab , distúrbios autoimunes. Uma ampla gama de complicações neurológicas está associada ao tratamento com drogas antineoplásicas, sendo a mais comum a neuropatia periférica induzida por quimioterapia (NPIQ). O local da lesão do nervo periférico é variável.

Dependendo de sua gravidade, a NPIQ pode ser limitante da dose e também pode diminuir significativamente a qualidade de vida, pois pode persistir e até intensificar-se após o término da quimioterapia.

O reconhecimento da complicação neurológica da terapia antineoplásica é importante devido à possível confusão com doença metastática, síndromes paraneoplásicas ou comorbidades neurológicas que não exigem redução ou descontinuação da dose.

A neurotoxicidade associada a uma variedade de agentes quimioterápicos citotóxicos convencionais será revisada aqui. As complicações neurológicas dos compostos de platina, modificadores da resposta biológica e anticorpos monoclonais são discutidos em outros lugares, assim como as estratégias para prevenir e controlar a neuropatia periférica induzida por quimioterapia.

2 thoughts on “ABRAXANE – Paclitaxel | Câncer de mama”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top
WhatsApp WhatsApp, posso ajudar?